“CORRELAÇÃO e CONCENTRAÇÃO” ... sua empresa já ouviu falar sobre “SEGURO DE CRÉDITO” ?



No auge da Operação Carne Fraca escrevi um artigo aqui no Linkedin relatando sobre os riscos que as empresas estão sujeitas e que não tem gerencia alguma com sua forma de decidir crédito.


Naquela ocasião muitas empresas nos procuraram para se proteger (ai então) de um risco que eles não calculavam.


O “Risco Sistêmico” de estar com uma boa parte do seu faturamento concentrado em compradores do meio da cadeia produtiva, que podem ser afetados por situações externas ao seu negócio, mas que impactam diretamente em sua imagem e relacionamento com o mercado, “respingando” portanto no seu fornecedor que muitas vezes pouco imaginou este tipo de risco


Nesta semana estive em um prospect com um perfil semelhante, vende pra grandes nomes, concentra muito do faturamento nestes compradores e esta situado no meio da cadeia produtiva já que fornece uma matéria prima para um produto que ainda passara por mais uma transformação antes de chegar na prateleira do comercio varejista, posteriormente ao comprador final.


Ou seja, nosso prospect estava diretamente a mercê da boa governança do seu cliente, uma boa governança de crédito, que muitas vezes também esta também com suas vendas concentradas em poucos clientes, consequentemente suscetível aos mesmos riscos que relato aqui referente ao seu fornecedor.

Nesta cadeia produtiva, uma carta do baralho sendo arrancada, faz todo castelo de cartas ser prejudicado.


Esse risco muitas vezes não é calculado devido os esforços de tempo empreendidos nestes maiores clientes, que geram resultado SIM, mas fazem com que não se dê um passo atrás para se enxergar este tipo de risco.


Muitas vezes somente a eminência de um colapso as empresas buscam ferramentas para se protegerem, as vezes tarde demais.


Neste caso a nossa sugestão sempre é (logicamente) SEGURO DE CRÉDITO


1 – Porque a empresa pode justamente usar essa ferramenta para buscar novos mercados, com mais segurança, protegida, como foco concentrado em VENDER, VENDER para clientes saudáveis identificados pela sua ferramenta de Seguro de Crédito, tudo isso no intuito de, aos poucos, o faturamento concentrado em um grupo pequeno, vir a ser diminuído (ou diluído) dentro de um faturamento maior que se poderá conquistas.


2 – Enquanto se esta buscando novos mercados e identificando oportunidades internas, estar protegido de um evento sistêmico dentro da cadeia de comercio que esta inserido, evitando assim as surpresas indesejáveis de bruscamente perder uma fatia grande do seu faturamento.


Atualmente o Seguro de Crédito vem ganhando cada vez mais mercado, apoiado por corretoras de Seguro especialistas como a Traderisk, crescendo cerca de 20% ao ano.

Ano a ano as empresas Brasileiras tem entendido que o “auto seguro” pode resultar em limites conservadores que reduzem o potencial de receita, não te protegendo de uma grande perda inesperada e criando uma dependência de fonte de dados de terceiro, que não possuem compromisso algum com eventuais perdas que sua empresa pode ter se baseando neste tipo de decisão.


Para mais informações a Traderisk | Capital & Insurance esta a disposição do mercado.

8 visualizações

Siga-nos nas redes sociais

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon

© 2019 | Traderisk | Capital & Insurance